Slider

ZONA INDUSTRIAL DE RECEZINHOS ACOLHE PRIMEIRA EMPRESA

A Zona Industrial de Recezinhos, em Penafiel, vai acolher a primeira empresa, uma unidade industrial especializada na produção de dispositivos médicos que se propõe criar 50 postos de trabalho, informou fonte do município.

Recentemente foi estabelecido um acordo com a Oasipor – Medicalwear, S.A., que será a primeira empresa a instalar-se na nova e moderna Zona industrial de Recezinhos. Esta empresa é especializada na produção de dispositivos médicos e vai criar 50 postos de trabalho, na sua maioria para técnicos com formação especializada e ao nível do ensino superior.

A Oasipor – Medicalwear, S.A. é uma empresa de referência no mercado nacional e europeu, que tem como clientes principais os hospitais públicos portugueses, grupos hospitalares privados a nível internacional, tendo já vendas para mercados de exportação como Espanha, França, Dubai, Arábia Saudita, Líbano, Omã e Kuwait, entre outros.

A localização estratégica do concelho, nomeadamente o fácil acesso às principais vias rodoviárias, a proximidade ao Porto de Leixões e a presença de outras empresas da área dos dispositivos médicos em Penafiel, foram factores considerados na escolha de Penafiel para realização deste grande investimento.

Com a conclusão das infraestruturas e o anúncio da instalação da primeira unidade industrial na Zona Industrial de Recezinhos, a expectativa do Município de Penafiel é bastante optimista quanto ao reforço da capacidade para atrair empresas para o concelho.

A localização da nova Zona Industrial de Recezinhos, numa das extremidades do concelho de Penafiel, confinando com os concelhos de Lousada e Amarante, e a consequente possibilidade de instalação de novas empresas, vai contribuir para o desenvolvimento da economia na região e beneficiar a população local com novas e qualificadas ofertas de emprego.

Este investimento, anunciado para a Zona Industrial de Recezinhos, enquadra-se na política municipal de atração e criação de emprego qualificado em Penafiel, contribuindo para um sustentado desenvolvimento da economia que também, pela localização desta nova infraestrutura, acaba por ter reflexos na região do Tâmega e Sousa.

“Conscientes de que sem os nossos empresários não é possível criar emprego, vamos continuar a trabalhar para que o nosso concelho seja bom para as empresas que já cá estão e atrativo para quem quer investir e gerar emprego”, refere Antonino de Sousa, presidente da Câmara Municipal de Penafiel.

Na nota enviada, a Câmara Municipal realça que continuará a trabalhar com o objetivo de garantir a instalação de novas indústrias em Penafiel e que as empresas do concelho continuem competitivas.