Slider

Símbolos da Jornada Mundial da Juventude esta terça e quarta-feira em Felgueiras

Em declarações ao tamegasousa.pt, o pároco André Daniel Ferreira afirma que os locais foram escolhidos “a pensar nos jovens de Felgueiras”, com os símbolos da JMJ presentes em “escolas, locais de trabalho e de artes performativas”

Os Símbolos da Jornada Mundial da Juventude, que decorre no próximo ano em Lisboa, vão percorrer o concelho de Felgueiras, parando em vários pontos, amanhã e quarta-feira, segundo a organização.

 

O itinerário da Cruz Peregrina e do ícone de Nossa Senhora Salus Populi Romani, símbolos que marcam a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) atravessam “as 22 Vigararias da Diocese do Porto” até ao final de outubro, “numa corrente de oração, partilha e convívio”.

Com início no dia 18, a receção aos símbolos será realizada na Escola Secundária da Lixa, pelas 15:00, passando por diversos pontos do concelho, incluindo a Câmara Municipal e o Santuário de Santa Quitéria.

Na manhã seguinte, após a eucaristia em Santa Quitéria, às 7:00, os símbolos chegam aos Bombeiros Voluntários de Felgueiras, Escola Secundária de Felgueiras, entre outras paragens, terminando a viagem no concelho pelas 14:30, no Mosteiro do Bom Jesus de Barrosas, local que servirá de passagem dos símbolos à Vigararia de Lousada.

 

Padre André Ferreira destaca que os locais de passagens foram “escolhidos a pensar nos jovens de Felgueiras”

 

Em declarações ao Expresso de Felgueiras, o pároco André Daniel Ferreira afirma que os locais foram escolhidos “a pensar nos jovens de Felgueiras”, com os símbolos da JMJ presentes em “escolas, locais de trabalho e de artes performativas”.

“A juventude é um elo fundamental para a subsistência da igreja”, reforça o assessor da Juventude, que destaca também a colaboração do Comité Organizador Vicarial de Felgueiras (COV Felgueiras), composto por um ou dois jovens de cada paróquia, na composição do programa final.

Com passagens por mais de noventa países, a presença dos Símbolos da JMJ em Felgueiras é, para o pároco André Daniel Ferreira, “uma oportunidade única” para os jovens “sentirem, tão perto, a presença dos Símbolos”, agradecendo, em primeiro lugar, a São João Paulo II, Papa que foi o principal responsável pela criação da Jornada Mundial da Juventude, em 1986, e que, em agosto de 2023, terá lugar em Lisboa.

João Pedro Barbosa